quarta-feira, 16 de julho de 2008

Histórias de Ônibus

Todas as histórias que serão contadas neste post são verdadeiras, por mais que incrível que possa parecer. Vocês vão rir com as histórias, assim como eu mesma rio hoje em dia, mas na hora não foi engraçado. Hahaha
Depois deste post, vocês perceberão que eu tenho ímã pra gente estranha e maluca. Então divirtam-se!


Acontece sempre
Quando estou sozinha, nunca sento na janela. Por quê? Pra não ter que pedir licença na hora de saltar hahaha. Prefiro dar licença que pedir licença. Dependendo da pessoa, pode ser complicado sair depois. Também porque se um assaltante disfarçado entrar no ônibus, é muito mais fácil ele encostar uma arma na minha barriga eu estando na janela do que no “corredor”, já que ninguém vai ver, e me assaltar. Sim, eu sou neurótica. Mas enfim... a pergunta é: por que mesmo quando o ônibus está quase vazio, tem vários lugares vazios (até 2 bancos juntos), as pessoas insistem em sentar logo do meu lado se é muito mais difícil me pedir licença pra sentar na janela do que simplesmente sentar logo o rabo num banco vazio?! ¬¬
Acho que as pessoas olham para a minha cara e pensam “aah essa menina não quer que ninguém estranho sente do lado dela, então vou sentar só de sacanagem!”. Quando tem pessoas estranhas/suspeitas sentadas ao lado dos lugares vazios, eu entendo que não queiram sentar ali e queiram sentar do meu lado, porque eu tenho cara de ser uma pessoa normal (eu acho). Mas quando as pessoas não são estranhas nem suspeitas, não vejo motivo. É é, eu sou meio anti-social nos ônibus. Pra mim, ônibus é um lugar pra você se desligar do mundo ouvindo o seu mp3, pensando na vida, refletindo. Quando alguém senta do seu lado, acaba com parte da sua privacidade pensativa.

Os tarados indiscretos
Semana passada, entrei num ônibus daqueles que têm entrada para deficientes com cadeira de rodas. Por causa da porta por onde entra a cadeira, o ônibus fica com menos bancos, constatação óbvia. Pois é. Mas aí tive que sentar do lado de um velho, porque era o lugar vago mais perto e acessível que tinha. Foi só eu sentar que ele começou a me olhar dos pés à cabeça descaradamente! Mais da cintura pra baixo que pra cabeça, aliás... Detalhe: eu estava de calça jeans, tênis e casaco, não tinha nada de sexy. Só sei que ele ficou olhando o tempo todo pra minha coxa, como se eu tivesse de micro saia! Não sei o que ele tanto olhava. Tudo bem que eu tenho coxa grande, mas a calça ainda disfarçava! Ele devia estar me imaginando com uma lingerie vermelha rendada com uma cinta liga, só pode! Hahaha
Como os olhares nada discretos do velho estavam me incomodando, pulei para a cadeira ao lado, sentando do lado de um cara de terno quase dormindo. Ele ficou quieto na dele, que bom. Uns 2 minutos depois, sentou um cara de aproximadamente 50 anos no lugar que eu tinha acabado de sair. Aí ele começou a me olhar dos pés à cabeça assim como o velho ao lado dele que estava me olhando antes! É mole ou quer mais? Hahahaha

Encoxada da 3ª idade
Estava eu quietinha sentada num ônibus, quando um velho pede licença para sentar na janela (eu nunca sento na janela quando estou sozinha, como já disse acima). Aí tá, ele sentou. Foi só ele sentar, que já abriu bastante as pernas, como se ele tivesse um amiguinho enorme né...
Aproveitando a oportunidade: por que vocês homens adoram abrir tanto assim as pernas? Vocês acham que as mulheres vão pensar que o amiguinho de vocês é enorme só porque estão com as pernas escancaradas ou é só folga de vocês mesmo? É que sempre fiquei curiosa pra saber. Dica: não é bonito ficar com a perna tão aberta assim. Policiem-se e não apertem as pernas das mulheres quando se sentarem ao lado delas (a não ser que você queira dar uma bela encoxada e ela esteja de acordo haha). Nós não temos nada volumoso entre as pernas, mas também precisamos de espaço para elas, ok?!
Mas voltando ao assunto... o velho arregaçou as pernas do meu lado, invadindo parte do meu banco inclusive, e tive que apertar as minhas para conseguir sentar ali. ¬¬ Nisso, ele ficou encostando a perna dele de propósito na minha e dando umas olhadelas discretas com cara de safado!! Olha que abusado! Vê se pode!! Como se eu fosse dar alguma bola pra ele! Faça-me o favor né! Olhei pro lado com aquele olhar maligno tipo ‘desencosta AGORA!’ e afastei a minha perna. Bom, ele entendeu e desencostou um pouco. Um pouco. Abusado... por sorte, eu saltei alguns poucos minutos depois. Ele que vá encoxar a mãe dele!

Tagarela
Estava eu quietinha, sentada no banco do ônibus com o mp3 no ouvido, quando me senta uma senhora puxando papo. Acho que ela me perguntou algo e eu respondi. Depois que eu respondi ela cismou que eu queria conversar. Aí danou-se a falar! E eu monossilábica respondendo sempre ‘uhum...’ e ela não se tocava de que eu não estava afim de conversar com ela. Aí cansei do monólogo, pus de novo o fone no ouvido e fingi que não estava mais ali. Ela se tocou e parou de falar. Incrível essa arte de ignorar, não? (tá, essa história não foi interessante)

A sacoleira
Estava eu sentadinha no banco esperando chegar o meu ponto, pensando na vida, como sempre. Eis que entram duas mulheres berrando (argh) no ônibus; uma delas com umas 8 sacolas de supermercado. Adivinha do lado de quem a maledeta foi sentar? Do meu, claro! A amiga dela a chamou pra sentar do lado dela e sabe o que ela respondeu? “Ah não, eu quero ficar na janela!” Ahpaputaqueapariuporra! Ela me fez dar licença pra sentar com 856348390 sacolas, batendo algumas delas em mim, só porque queria sentar na porra da janela?! Ela é criança por um acaso?! Não, devia ter uns 60 anos já. Tosca. E sabem qual o pior? A maledeta resolveu sair pra sentar do lado da amiga 2 minutos depois, porque vagou um lugar na janela perto dela!! Ou seja, mais sacoladas na pobre Raíssa pra sair! [momento raiva]

Pai (muito) folgado
Estava eu sentada num daqueles bancos altos do ônibus, quando de repente entra um pai com 3 filhos e me pede licença pra sentar do meu lado!!!!!!!!³ Como assim ele quer sentar com 3 crianças não tão pequenas num único banco, e ainda do meu lado?! E o pior: vários lugares estavam vagos. Vá-ri-os! Inclusive com 2 bancos juntos! Pó, aquele cara acha que é quem pra ter prioridade pra sentar no banco alto? Que babaquice! Aí fiquei puta da vida com aquela criançada mal educada do meu lado (óbvio, com um pai desses, é impossível elas serem bem educadas. Depois dizem que a mãe é que não dá educação...), invadindo quase completamente o meu banco e me mudei dali pra outro banco. Puta da vida, repito. A minha vontade foi de mandar ele pra putaqueopariu junto com aqueles filhos chatos e dar um chuta na bunda de cada um deles. *Raiva, muita raiva!*


Bom, no momento só estou me lembrando dessas histórias. Se eu lembrar de mais alguma, faço um update.

Update:

Esse update não é pra contar histórias novas, mas pra postar e repassar novos selos que eu ganhei hoje da Aninha! :D
Muito obrigada, linda! Adorei os selos! :)





Repassando agora para:
Nathália
Vinícius
Flávia
Jéssica

47 comentários:

LP disse...

Raíssa, antes de mais nada... todas as histórias aconteceram com uma garota que linda demais, ou não.. estava sujeita à tantas aventuras por nascer e morar num País, onde o forte da população é a ausência total de sensibilidade e educação.
Bom.. sobre o FANTÁSTICO Post, novamente.. adorei. Vc escreve muito e muito bem de novo.
Adorei o 'amiguinho', no sentido de vc usar este termo pra designar o 'cérebro' masculino médio nacional.
Então... em tds os casos existe falta de educação, falta de noção né?
Mesmo vc sendo bonitona, alta e perfeita... isso nunca daria o direito a qualquer animal irracional feito de hormônios de ficar te consumindo com os olhos, ou algum outro tipo de aberração ficar com as pernas abertas assim(coisa de macho q cospe, bate na mulher, odeio gay e mente o tempo todo heuheueheu.. é complexo, só pode ser...)
Enfim... maraaaavilhosas as aventuras no onibus, exceto por elas terem sido verdadeiras e vc ter sido a protagonista. Só de ler, me deu vontade de tomar um banho... eca.. como este povo é nojento e sem noção!!

PARABÉNS AMIGA.. belos textos sempre... aplausos menina genial!! =]

Dama de Cinzas disse...

ahahaha! Adorei o post, porque as mulheres sabem que tudo isso acontece mesmo. Velho babão que fica te encarando, caras que ficam roçando em vc. Mas isso eu ainda me saio melhor do que uma chata tagarela ao meu lado.

Porque mulher acha sempre que outra mulher tá afim de papo com uma estranha? Que chatice e eu que sou uma anti-social de carteirinha tenho vontade de sacar minha arma (que não tenho) e dar um tiro na desgraçada...

E essas mulheres que sentam do seu lado com uma criança que anda, com aqueles tenis sujos roçando na sua calça limpa? Que óóóóódio!

Conselho (que se fosse bom a gente vendia): Passa a sentar na janela... ahahah

Beijos

Cineasta 81 disse...

AUHuhaUHAHUhUAHA
Eu pego mto ônibus então vejo mtas coisas acontecerem!
Engraçado ler as suas experiências aqui, porque muitas das minhas histórias se passam no buzão.


bjão

Aninha disse...

- HAHAHAHAHAHAHAHA
raxei de rir contigo guria...
engraçado foi que já me aconteceram coisas parecidas quando eu pegava onibus todos os dias pra ir trabnalhar... Aii aai... muito bom :)

aah tem presentinho pra você no meu blog flor!

beeijos

http://prosaeverso.nafoto.net/ disse...

.


Eu sou um desses homens. Não desses que se encostam às mulheres e até dormem roçando nelas. Não sou do tipo que chega por trás e fica se esfregando até que a fumaça avise do incêndio. Sou, porém um cara de bom gosto que adora apreciar, falar e sentir a mulher bonita. Que não puxa papo sem fundamento, mas tem um insinuado olhar, assim meio azul castanho ou verde rubi, não sei. Depende do lado em que os raios do sol brilham. Sou um tipo alto, magro, meia-idade, mas com um bom conhecimento de mundo. Não bonito e muito menos feio. Não bem dotado, mas no "PROCON" não existem queixas, ainda. Um tipo comum, eu diria. Mantém desencapado o fio positivo de sua sexualidade. Basta um toque proposital e uma faísca acende esse sujeito que educado, mas constante, atenderá às exigências de quem com ele dividir os prazeres de uma viagem demorada em um ônibus lotado.
Você estando na poltrona do corredor e para manter o equilíbrio segura no banco da frente. Em um dado momento ele chega e fica de pé ao seu lado e o seu cotovelo encosta na altura da bacia dele. Bacia, eu disse bacia? Ah, você entendeu. Neste caso você deverá mudar a mão de lugar ou logo logo uma pressão será feita sobre o seu cotovelo e a "bacia" confundirá os seus conhecimentos de anatomia. A "bacia" se transformará em algo duro e pulsante e que vai, certamente, incomodar (ou não) a moça da poltrona do corredor.
Como diz você; por hoje é só. Dá licença porque eu já acionei a campainha. Vou saltar no próximo ponto.

Boa viagem.

silvioafonso



.

Jeniffer Santos disse...

heheh xD

mt legal teu blog ;D

e é no buzú q mt coisa aocntece msm!

hauahuhaha!

beijos

Priz disse...

sahasuhsauahsuhshsauhas adoreiiii adorei adorei, ri horrores aqui..
E olha que eu também tenho muita história tanto de onibus como na rua, um dia farei um post lembrando essas coisas doidas rs..
Adorei a encoxada da 3ª idade
ashuasuhsah
:D

Beijo querida
ótima quinta

Vinícius Aguiar disse...

Primeiro... um conselho: faz uma forcinha aí e compra um carro, pq andar de ônibus não tem te trazido muita sorte né... hauahauhuhaha
eu tb ando de ônibus, mas graças a Deus não compactuo dos seus eventos!
Depois, agradeço imensamente pelos selos, mais uma vez... é muito bom ser reconhecido, principalmente quando vem de vc! beijão linda!

Princesiiinha disse...

eu achava que eu era engraçadinha...
VEEI VC EH COEMDIA!

kkkkkkkkkkk²

adorei os textos.
eeu tbm tenho muita historia.
de metroo xD
acredita ki ja fizzeram a barba na minha frente no metro?
funcionarios que dão em cima e tals
hehehehe

um dia eu posto essas historias tbm xD

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

BEEEEEEEEEEEEIJO

AMEEI O POST ;D

;*

Emanuel disse...

situações bem estranhas... mas o quem nunca teve uma situação estranha no ônibus que atire a primeira pedra.

*Dulce Herrera* disse...

Eu simplesmente AMEI seu post!!
Eu li ele inteirinho!
ahsashuashau mto engraçado!!
Entaum, as q as pessoas querem sentar ao seu lado pq:

a) vc é bonita
b) pq elas querem sentar na janela
(eu sou dessas q só sentam na janela!) ahsaushushaus

Enfim, axei mto divertido seu post!
Vou passar sempre aqui!!

Depois passa no meu blog, o Divã Rosa Choque, somos um grupo de 8 escritoras e um escritor trazendo assuntos do universo feminino, com humor e inteligência!
Axo q vc vai gostar, tem algumas coisas em comum com o seu blog! ;)
Bjuus!!

Fragmentos do imaginário feminino, recortes do cotidiano e uma pitada de maldade! ;)
www.divarosachoque.blogspot.com

Flá disse...

Nossa, menina, me vi em todas essas situações. O pior, na minha opinião, são os tarados. Esse não tem como dar conta... e ainda tem os mascadores compulsivos, aqueles que mascam em altos brados de um tudo um pouco, desde cliclete a tampa de caneta, DIRETO NO OUVIDO DA GENTE. Gizuiiiis...

E ei, Flávia soy yo!! Que lindo vc ter lembrado de mim... muito obrigada mesmo, flor. Adorei a lembrança.

E o post tá impagável.

Beijo!

MH disse...

amei seu blo.
e ja anoteoi o endereco para voltara mais vezes.
Olha, sou homem, mas odeio quem anda de penas abertas feito dançarina de bale fazendo espacati (aff, nem sei como escreve)
E nem vou comentar dos veios encoxentos. bando de doente.
E meu odio e tanto que ha uns meses escrevi um post sobre o assunto.
Depois da uma olhadinha
beijosssss

http://diariodemh.blogspot.com/2008/05/10-pragas.html

Jéssica V. Amâncio disse...

A primeira foi ótima, haha da próxima anda com uma plaquinha dizendo 'se sentar do lado eu mato,juro!'hahahahaha
Dos tarados, aproveita que os velhos estão gostando de você arranja um bem rico que já ta pra morrer(que maldade) hahha
É amiga,voce realmente atrai velhos hahaha.
E nossa, me identifiquei agora, todo mundo que me ve em alguma fila, começa a contar a vida inteira,só que eu não tenho esse dom de ignorar...hahaha eu sempre penso que devo ter cara de psicologa mew,impossível.
Morri de ri.
Mew, nunca para de andar de ônibus tá?!aí vai ter sempre histórias pra eu dar risada..hahaha

AMEI O SELOO.
Proximo post meu vou postá-lo.
Muuuuuuito OBRIGADA! =DDDDDD
nhaaaaaaaa.=))))

Beeeeeijos;*

Brendah disse...

haha, históriias de ônibus são sempre interessantes *u*

Miinhas mãe já passou por uma parecidas com uma dessas. Um lindo dia minha mãe estava pensando na vida olhando pra janela e chega uma velha e sem ninguém perguntar nada pra ela, ela começa à falar da família com mó bafo de frango da poha ><
Uma dica: pare de andar de ônibus ou vá se acustumando com as pessoas carentes xp

Adorey o blog

:*

Lays disse...

Ahhh... concordo com você em não sentar na janela.
Você já passou por cada coisa!
Ninguém merece esses monólogos alheios dentro do ônibus e o pior é quando a pessoa não se toca. Aff...

Beijos

P.S: Você se supera a cada texto. Parabéns!

Clecia disse...

Oi,Raíssa!Amei este post. Eu me diverti lendo e também me identifiquei com algumas passagens.Também não curto conversar no ônibus. rs Agora, eu gosto de sentar no banco perto da janela. Gosto de observar a paisagem. rs Um abraço!

camila disse...

kkkkkk
caraa ameeeei demaais iso xd

hehee
lii umas 4 e chorei de rir ahuuhuhauh

http://imensidadx3.blogspot.com

T disse...

UIAHEIUHAIUEHAE
RI DO COMEÇO AO FIM
e o foda que é a triste realidade!
aiuheiauheiuhae
e esses tarados? OO'
podemos estar de blusa de frio e calça jeans, tipo super podre, e eles insistem em sacanear com a gente! pqp !

adorei muito ok?
beijão

Paula disse...

haha já aconteceu muita coisa ilária comigo também
e essa história das sacoleiras me fez lebra o dia que um mulher deixou cair uma sacola no meu pé, e na sacola tinha uma lata, não sei do que era, mas eu xinguei por dentro até não ter mais palavrões...

tanta coisa bizarra que acontece em buzú...

BEijoS

Nadezhda disse...

Não tenho esse tipo de histórias pra contar. Os ônibus que pego ou estão lotados, que não tem espaço pra isso, ou vazios demais!

Mas tem uam amiga minha que já aconteceu cada coisa com ela. Sem contar o que contam pra ela, que não dá pra acreditar ;)

404 Not Found disse...

hahahaha, muito boas... escreve um livro: minhas peripécias no Ônibus ;)

aah, gostei do visual blog, cores preferidas.

O Profeta disse...

Adoro ler as tuas histórias...



O começo!
Uma viagem no Mundo presente
Será que o vento açoita as árvores
Ou são elas que cedem ao embalo docemente

Gostava que sentisses o embalo das palavras

Bom fim de semana


Mágico beijo

Beatriz disse...

Raíssa, quer dizer que não era um adolescente apaixonado à primeira vista que te beijou daquele jeito??? Fiz uma defesa errada? Mas que cara de pau esse marmanjo de 35 anos te agarrando à força!!! Tenho uma amiga que só anda com um spray de pimenta para estas ocasiões, pois também é atraída para este tipo de situação quando sai sem o namorado. Adorei tuas aventuras de hoje, no ônibus. Tens uma excelente veia humorística para narrar estas situações. Muito divertidas as tuas histórias, o que faz a nossa imaginação funcionar a mil tentando ver-te nas situação citadas.

Deixo flores e estrelas enfeitando o teu final de semana, e beijos no coração!

thaisk disse...

muito legal o blog :D

Mysterious Ways disse...

hahahahaa

andar de ônibus contigo deve ser bem divertido. posso ir junto?

beijus

caah disse...

kk
ahaam
contaa maaisumas dessa :))

http://imensidadx3.blogspot.com

instantes e momentos disse...

muito bom teu modo de escrever, bom humor inteligente, gostoso de ler.
Ainda bem que nunca entrei num onibus cheio contigo.
com esse rosto lindo, eu ia levar no mínimo uma bolsada, e ia virar postagem.
brincadeira.
Apareça
Maurizio

LP disse...

E relendo, lendo outras vzs o post, fiquei imaginando.. ele tem toda a carinha dos textos de algum livro de contos, gostoso demais de ler excetuando-se o lado digamos... inconveniente eheheh

Raíssa!! Que saudade e ao msm tempo que bom te ler sempre ^^
Bjoooo

Nina 512 disse...

Olha... vou confessar...
to ficando depressiva!

HAHAHAHHAHAHAHHAHAHAH

caraca! eh o QUARTO blog
q eu vejo so hoje
comemorando selos
hauhauhauhauhauhauhauhauh

nossa, fui dar uma olhada
todo post seu
tem um selo diferente
hahahhahahahahhahahhahaha

caraca.. .q inferno

hauhauhauhauhauhuahhuah

to deprimindo
haha

^^

parabens menina ^^

bjos

Nina 512 disse...

haha ^^

eu gosto de vc
=]

n sei pq :S

ta neh :S

haha

Nina 512 disse...

HAHA

sou do rio... e vc?
meu signo? virgem =]
e o seu?

^^

[se falar cancer eu te mato ¬¬]

haha

bjo

★. Marii .★ disse...

HOUIIOAHOIUAHOIAIOUAHIOAAOI
aiii cara
morri de rir!
Fiquei imaginando as cenas
Caraa...
velho tarado.. ngm merece mesmo!
E, umas sacoladas na cabeça todo mundo leva de vez em quando.. pior é quando tu ta la, beem sentada num banco de um onibus (lotado por sinal), aí tem gente que precisa viajar de pé... E precisa se segurar, obviamente.. e aí vem aquele odor terrível, direto de um suvaco fedido paraa o teu nariz. ARGH! HAOIHOIUAHUIAHA deusulivre!
ainda bem que por aqui é tudo perto e raramente preciso andar de ônibus :}
Beeeiijooos!!
=*****

Nina 512 disse...

qual parte do rio?


=D

Nina 512 disse...

ai... q merda ein XD

da minha janela eu vejo a movimentação da Dias da Cruz ¬¬

méier =D

Nathália disse...

Hahaha!
Por isso só pego ônibus quando é extremamente necessário!

E brigada pelos selos, frô!
Adorei!
Em agradecimento, te ofereço esse aqui.

Beijo!

Antônio J. Xavier disse...

E meus amigos que não andam de busu ainda acham que é exagero meu... realmente passamos por cada coisa!
Mas admito, em metrô e em busu, quem sofre mesmo são vcs meninas... putz!
E tb sou antisociável no ônibus... só gosto de sentar sozinho e ficar ouvindo musica...
bjinhos

Mii Shoji disse...

asuoiausoiuaoisuioauiosuioauoia
acho que todos nós já passamos por situações como essas. e quando chegam aquelas mulheres querendo falar sobre religião? com aqueles panfletinhos ?
e quando entram aquelas pessoas (sim, eu sei que eles estão trabalhando) mas fazem um discurso lá na frente pra tentar vender balas?

"Pra mim, ônibus é um lugar pra você se desligar do mundo ouvindo o seu mp3, pensando na vida, refletindo."

Com certeza. O lugar mas adequado é sentar-se num banco (SOZIIINHA!) ficar olhando para fora ouvindo uma música agradável. Estou totalmente de acordo.

Me deliciei com seu texto.
parabéns pelo blog!
bjs.

Camilla disse...

Adoro esse teu cantinho!!

Igor Lessa disse...

Hahaha, muito engraçadas as histórias, Raíssa!

Mas sabe, o que mais me identifiquei foi essa parte:

"Pra mim, ônibus é um lugar pra você se desligar do mundo ouvindo o seu mp3, pensando na vida, refletindo. Quando alguém senta do seu lado, acaba com parte da sua privacidade pensativa."

Penso assim, tb...

Um beijão!


Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso

Zé do Cão disse...

Você gosta de contar, factos da vida real passado com você. Achei engraçado e se permitir vou voltar.
Permita-me que aconselhe um olhinho ao meu blog "ZÉ DO CÃO", e comente as minhas histórias de vida (verdadeiras) porque já passei e quantas mais até morrer ainda poderei contar.
Um beijo deste Portugal distante.

Mary West disse...

Ahhh boneca nós que andamos de buzão realmente sempre seremos expostos a milhares de historias assim, peculiares mesmo. Por isso que eu medivirto mesmo, mas sempre levando meu MP3 p/ evitar conversas. :D

Patrícia disse...

Hahahaha dei mta risada com suas historias...

Quando a gente tem de se enfiar nesses onibus, passa por cada coisa neh!
Adorei o post!

Beijão

Klatuu o embuçado disse...

Gostei muito de suas crónicas, belas micro-narrativas.

P. S. Só um reparo: eu sei que a humanidade não presta, mas você já se colocou na pele dos outros? Mesmo na dos velhos tarados?... estão à beira da morte, e depois olham em volta e vêem uma adolescente bonita... Claro, isso não desculpa, mas a vida é um inferno maior do que você na sua idade pode supor...

Não deixa de escrever, você tem talento.

Anônimo disse...

a falta de educação e de consciência coletiva que tu tens é incrível. Como pode querer sentar em um ônibus para se desligar do mundo se o mundo circula dentro do ônibus,privacidade é em casa, ou vá de taxi

*Raíssa disse...

Duvido que você goste quando uma pessoa folgada senta-se ao seu lado num ônibus, senhor anônimo. Falta de educação seria se eu não deixasse as pessoas se sentarem ao meu lado e/ou fosse grosseira com elas, o que não ocorre, muito pelo contrário.
E o que a consciência coletiva tem a ver com as calças? Aliás, quem não têm consciência coletiva são essas pessoas que não seguem as regras básicas para a boa convivência em sociedade e não sabem respeitar as mulheres (no caso dos tarados)!
Eu não quero privacidade no ônibus, até porque a partir do momento que você põe os pés para fora de casa ela já não existe, apenas não quero tarados-maníacos e pessoas folgadas sentadas ao meu lado, assim como todo mundo que é normal - o que parece não ser o seu caso. Em táxi também não existe privacidade, visto que o motorista está pertinho de você e pode ser um tarado, nada o impede.

lpzinho disse...

Só uma coisa sobre o esperto "anônimo": O ser humano tem dois olhos, duas orelhas e apenas uma boca. Ou seja, em resumo olhe bem, ouça bem e só fale se for preciso.
Falar e ficar no anonimato é fácil tb, ainda mais quando o que se fala não tem conteúdo, não cabe num contexto e não vai mudar nada.
Se não fosse algo tão imbecil, seria digno de aplausos, tamanha a ignorância.. uma proeza!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...