domingo, 6 de julho de 2008

Mulher do Século XXI?

Inspirei-me no post da Dama de Cinzas para escrever sobre um assunto que eu adoro opinar e que eu já estava querendo escrever há mais tempo aqui no blog: submissão feminina.

Há mulheres que gostam de serem submissas, outras o são por fraqueza, dependência ou até necessidade. Não importa o motivo, o fato é que ser submissa não está no Manual da Mulher do Século XXI.

A mulher do século XXI é independente: trabalha, estuda, cuida dos filhos e, o mais importante, ainda tem tempo para cuidar dela mesma. Hoje em dia, grande parte das mulheres cria seus filhos sozinha, algumas até sem nenhum tipo de ajuda do (s) pai (s) das crianças. Isso sim é ser uma mulher de verdade!

A cada dia que passa, a mulher ocupa um espaço maior no mercado de trabalho, disputando e, muitas vezes, ultrapassando o homem. Então por que ela precisa ser submissa a este? Pra nada né, gente! Desculpem-me (não) as submissas, mas mulher submissa, pra mim, é sinônimo de mulher otária. Nos séculos passados, as mulheres precisavam ser submissas devido à cultura e à mentalidade da época, mas em pleno século XXI, qual a utilidade de ser assim? Nenhuma, a não ser sofrer. Uma mulher submissa é uma mulher sofredora. Alguma até acham que são felizes assim, mas no fundo sabem que não são. E o pior é que existem mulheres submissas desde muito jovens, não são só as mais velhas, que foram criadas em outra época e de outra maneira. Se só fossem estas, a gente até entendia, mas não são apenas elas. A situação é triste, muito triste.

Defesa e contra-defesa das mulheres submissas:

“Eu não sou submissa, só cuido bem do meu homem.”
Ok, cuide bem do seu homem. Mas para isso ele não precisa mandar e desmandar em você, e muitas vezes te maltratar e te destratar, querida.

“Eu sei que sou submissa, mas não consigo ser de outra maneira.”
Você deve gostar de ser assim e ainda não percebeu. Só o que posso te desejar é boa sorte e te indicar uma boa terapeuta.

“Não exagere, não sou tão submissa assim...”
Ah, é sim! Nem adianta dizer que não é, porque todo mundo já percebeu, menos você! Sabe como é, o corno é sempre o último a saber...

“Eu o amo demais, não consigo viver sem ele!”
Por um acaso, quando vocês ficaram um tempo separados por causa de uma briga feia você morreu? Ah tá... você só morre por causa de uma pessoa se você se matar, mas aí você seria maluca. E, como você não se matou, isso quer dizer que você vive sim sem ele. Lembre-se: ele é só um homem, não é a sua vida. Provavelmente, ainda passarão muitos outros por ela. A sua vida é só sua! Você pode compartilhá-la com um outro alguém, mas não substituí-la pelo mesmo.

“Fico com medo de não obedecê-lo e ele terminar comigo!”
Obedecer? Oi? Ele é seu dono por um acaso? Você não deixa nem seu pai mandar mais em você, por que tem que deixar um namorado/marido mandar?! Se você tem que medo que ele termine com você, é porque a relação de vocês está uma bosta (desculpe a grossa sinceridade). Não vale a pena ficar obedecendo ele e se privando de viver só para manter essa relação à beira de um colapso. Isso é gostar de sofrer, minha cara. Bem, tem gente que gosta né...

Tá, isso já virou uma sessão de auto-ajuda hahaha. Não foi a intenção, mas acabou virando. Espero que pelo menos abra os olhos de quem precisa desse banho de água fria e leia este blog. É sempre melhor enfrentar a realidade do que viver no mundo da fantasia inventada.

Alô, mulheres submissas: estamos no século XXI! O lema é “Ame, mas não dependa”. Depois de tudo o que nós, mulheres, já conseguimos conquistar ao longo de vários séculos, vocês querem regredir?! Muitas mulheres lutaram por tudo o que temos hoje, não é justo jogarmos fora o seu esforço. Além disso, nos séculos passados, muitas mulheres se faziam de submissas, fingiam obedecer seus maridos e não enxergar as sacanagens deles. Por trás, elas mandavam neles, deixando-os pensar que estavam no controle, e os traíam sem que ficassem sabendo. Temos que aprender muito com elas! Já com as mulheres que eram realmente submissas... com essas temos apenas que aprender a não sermos iguais. Errar uma vez é humano, mas duas vezes já é burrice.

A essa altura, já estão pensando que sou feminista. Explico: não sou feminista, apenas não acho justa a situação pela qual muitas mulheres ainda passam no nosso século. Não vivemos mais na Idade das Pedras para que os homens nos arrastem pelos cabelos.


Mais selinhos!
Dados pela Nathália






Repasso-os para:
Vinícius
Tiago
Fabíola


Dado pelo Vinícius




Repasso-o para:
Ariana
Aninha
Mariana

Obrigada a todos que me deram esses presentes! É muito bom ganhá-los e ver que as pessoas gostam do que você escreve! :)

37 comentários:

LP disse...

Noussa, muito à comentar sobre teu post.
Eu acho péssimo ver que em pleno século 21 a gente veja estes pensamentos que vc colocou nas citações.
A Mulher não apenas hj compete e vence o homem como é cada vz mais nítido que eles, homens estão cada dia mais inferiorizados, apequenados diante da MULHER. Até fisicamente se vê mais e mais mulheres mais fortes e altas em comparação com eles, e com as mulheres de antigamente.
Mas por algum motivo a mulher ainda tem isso da submissão. Talvez por carência. Talvez falta de instrução. Na verdade eu creio q muitas confundam as coisas.
Muitas entram de cabeça em relacionamentos com caras que elas sabem q são casados, ou tem namoradas. Mas aceitam. Aceitam ser a outra e PIOR, ainda assumem a culpa por fazerem isso, dizendo que o 'coitado' sofre com a mulher mas não se separa pq a mulher é doente.. etc. Em outros casos, a mulher submissa assume e dá risada. Como se fosse este o papel dela, aceitando um canalha do lado que deveria saber que 'JÁ QUE NÃO SABE AMAR', pelo menos deveria respeitar.
Não entendo quem aceite machistas, ignorantes, safados, alcoólatras e demais animais como 'seu amor'. Não acredito q isso seja amor. Pode ser tudo, menos amor.
E esquecem-se as mulheres submissas que nenhuma vida vem aos pares, portanto.. ninguém é obrigada a viver ao lado de alguém que só a maltrata. Masoquismo passa longe!!!!

Raíssa.. parabéns mais uma vez pelo blog e MAIS AINDA HOJE, pelo texto. Se eu já te adorava, passei a virar fã!! Se eu já estivesse com o meu site feminino no ar de novo, iria te convidar pra manter uma coluna lá!!
XD Parabéns!!!

E obrigado pelas visitas e comentários!

Mariana disse...

queridaa.. mil obrigadas pelo selinho...

é muito bom quando alguém tão sensivel e que escreve tão bem nos indica...

adorei..

qnto ao post da mulher submissa... nossa.. acho que somos de uma geração que nao fomos criadas para pensar assim.. por isso nos indignamos tanto..

beijoss!!

Dama de Cinzas disse...

(“Eu o amo demais, não consigo viver sem ele!”
Por um acaso, quando vocês ficaram um tempo separados por causa de uma briga feia você morreu? Ah tá... você só morre por causa de uma pessoa se você se matar, mas aí você seria maluca. E, como você não se matou, isso quer dizer que você vive sim sem ele. Lembre-se: ele é só um homem, não é a sua vida. Provavelmente, ainda passarão muitos outros por ela. A sua vida é só sua! Você pode compartilhá-la com um outro alguém, mas não substituí-la pelo mesmo.)

Acho que issoque vc disse aí resume bem toda a questão da submissão feminina. A mulher ainda hoje, no século XXI, acredita que não pode viver sem um homem, não pode estar realizada como ser humano sem um homem. Ela tem que perceber que o homem tem que vir acrescentar em sua vida e não complementar como se faltasse um pedaço, uma parte, como se tivesse uma lacuna a ser preenchida.

O pior é que grande parte dessas mulheres que enxergamos como fortes, independentes financeiraments e fodonas, continuam com a idéia de que precisam de um homem para protegê-la. Protegê-la do que? Não estamos mais nos séculos passados e retrasados em que a força bruta imperava em todos os níveis sociais. Hoje, a mente é que te coloca na sociedade e mente homens e mulheres têm iguais, claro que enxergando a vida de modos distintos... rs

Belo post, menina!

Beijos

débora disse...

tb acho!!! concordo com tudo!!
alguem acorda a mulé da novela!!!!!!!hehehe...bjos rá

Nadezhda disse...

Bom mesmo será o dia em que não falaremos mais do fato da mulher ser submissa, porque não existirá mais isso. Estamos no século XXI e ainda se fala nisso. E pior, vivem. Uma grande tristeza.

;)

Patrícia disse...

Fico louca quando assisto a novela e vejo aquela mulher deixando que o marido a pise...
Acho que nossa geração foi criada para não abaixar a cabeça para os homens e sim se igualar a eles!
Afinal temos a mesma capacidade (as vezes ate mais) que eles...
Adorei o post!

Beijão

O Equilibrador de Pratos disse...

Excelente blog. Curti mesmo. Acho que teu estilo tem tudo a ver com o nosso. É raro encontrar alguém que consiga transmitir tão bem o que pensa. Parabéns mesmo. Ahh, e virarei assíduo aqui, posso? hehehe. (Procura por "Jurandir" lá no nosso blog, ok? Sou eu. hehehe)

- O Equilibrador de Pratos -

O que os homens pensam?
Relacionamentos. Teorias. Discussões. Comentários. Mulheres. Sexo. E pratos equilibrados em varinhas. Bem-vindo à vida real.

3 amigos (B. Sacamano, Hannibal e Jurandir, pseudônimos, claro) que resolveram fazer um blog tratando de assuntos que abordam o "Universo Homem + Mulher = Relacionamentos". Retrata todos assuntos citados acima, com textos bem escritos, humorados, ácidos, sarcásticos, irônicos e, sinceros ao extremo. Vale dar uma conferida. E que atire a primeira pedra quem não se identificar com algo.

PS: por que o nome "O Equilibrador de Pratos"? Entre no blog e descubra. Será um "soco no rim". No bom sentido, é claro.

Aninha disse...

- floooooor.. apoiada em todas as palavraas; você pensa como eu... e na minha humilde opinião, era assim que TODAS as mulheres de hoje deviam pensar; há, quem diria que o mundo estaria perdido se todas pensasem assim, mais é o contrario, o mundo seria bem melhor :D
ADOREEEEEEEEEEI MESMOO =]

ahhhh, muuuuuutio obrigado pelo selinho ^^

beeeijos

Aninha disse...

- FLOOOOOOR, tem um presentinho pra você lá no meu blog também tá :D

beeeijos

Princesiiinha disse...

Gosteeii muito daquii!
adorei o texto, muito bom!
Vou te add la nos meus favoritos ;D


;*

Lays disse...

“Eu o amo demais, não consigo viver sem ele!”
E o amor próprio fica aonde?
Não fica em lugar nenhum, porque não existe.
Sobre esse assunto sou bastante radical. Essa estória de submissão me dói e me deixa com raiva. Adorei seu texto e assino em baixo.
Beijos

Nathália disse...

"Ah, é sim!"
Hahaha! Sua reação é igual a minha, cara!

Olha, essa coisa de submissão é um absurdo. Não entendo como uma mulher consegue se sujeitar a isso e ainda por cima achar que sem o "tal homem" não conseguiria ser feliz.
Dependendo do grau de dependência, já considero como doença. Sério mesmo.

Eu namoro e estou muito feliz. Temos nossas brigas mas até mesmo nesses momentos nos respeitamos demais. E ninguém diz pro outro o que deve ser feito. Chegamos juntos numa conclusão e é isso que importa.

Beijo!

Jéssica V. Amâncio disse...

Concordo plenamente. E me irrita mulher assim, e o pior é que tenho 3 exemplos(de idades bem variadas) que não mudam, apesar de eu sempre insisitir, continuam submissas.

Mulher assim perde muita coisa e muito tempo na vida.!
baaaaah

que bbom que somos realmente mulheres do SécXXI
:)

Camilla disse...

Isso mesmo.
Quando eu amo, amo muuuuuito. Mas não quero depender de ninguém, pra que né?

Beijoos*

Igor Lessa disse...

Eu sempre fiz uns exercícios de reflexões, analisando e racionalisando as coisas e sempre achei que entendi essas mulheres que fazem esse tipo de coisa, tão sem nexo, tão auto-destrutivo. Mas sabe de uma coisa? Eu não entendi d verdade até hoje...




Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso

Igor Lessa disse...

Olha, é mesmo! Eu não havia visto!
Muito obrigado Raíssa!!! Adorei!!!

Já coloquei lá no Blog!

Na próxima postagem, vou redistribuilos e aproveitar pra redistribuir, tb, um que a Mariana me mandou, mas eu não me liguei na época que eu tinha quepassar pra frente, hehehe

Um beijo e obrigado!

T disse...

é minha querida
existe uma comunidade no orkut
que diz tudo e mais um pouco..
" Ame, não seja dependente. "
As mulheres NÃO PRECISAM dos homens pra viver, e eles também não precisam delas! É ridiculo achar que " ai deus do céu não vivo sem ele. ", aaah perai
você vai morrer de amor é?
ACORDEM PRA VIDA, ser feliz ANTES DE QLQ COISA!! NÃO Q vc não possa abrir mão de algumas coisas, MAS SUBMISSÃO? Não somos escravas, não somos animais (irracionais), somos seres humanos com muito valor. E pra quem quer nos "submeter":
FODA- SE. Vou ser feliz!

beijo Ra :*

Marco disse...

Hoje em dia se a mulher esta estabilizada e o consorte não a trata com respeito e admiração os quais tem que ser reciprocros o fim é certo.

LP disse...

Voltei pq precisava reler!!

É impressionante como teu texto está pra lá de correto.
Haveria e sempre haverá mais o que dizer.. mas no todo, ele consegue expressar tudo que acontece de verdade infelizmente. E a maior parte dos comentários aqui, GRAÇAS A DEUS mostra que tem mesmo algo errado com as relações entre mulheres e homens.
E triste de ver que a situação seja esta.. isso pq de certa forma, quem lê ou escreve num blog teóricamente é mais consciente do que que a grande maioria que sequer ouve rádio, lê jornal ou vai além de um gugu, xuxa ou mutante televisivo.
Lá fora a coisa deve estar ainda pior.

Mas.. novamente parabéns pelo texto! Gostei demais e cada vz mais admiro sua capacidade de tratar as letrinhas! =)

instantes e momentos disse...

muito bom teu blog.Inteligente, bem escrito.Muito bom.Gostei daqui
Maurizio

O Profeta disse...

Encantas-me...!


Doce beijo

Vinícius Aguiar disse...

Obrigado mesmo pelo selo viu, já postei!! E parabéns pelo post!
beijos!

Aninha disse...

- aah nãao, fériaas sem furos de datas, não é fériaas!
UIAHIUHEIUAHEIUAHEIUAHEUIAIAUE
magiiina você mereceee;


beeijos

★. Marii .★ disse...

Oiiiee!
Primeiramente, obrigaada pelo selo! aaameii, ameii. ^^
Caaraa... submissão da mulher sempre é um assunto que rende M U I T O. É ruim quando a gente passa a depender de um homem e dizer que morreríamos sem ele e lalalala. Bah, é realmente complicado. Amo muito meu namorado e confesso que já deixei de fazer muitas coisas com medo de que ele não gostasse (tipo... algum encontro com as amigas); maaas também não podemos confundir submissão com uma espécie de "tentativa de obter reciprocidade" - ai, to me perdendo nas palavras. Vou parar por aqui pra não ser escrava delas ;x
Maaaas... enfim... adoreiii teu post, teu ponto de vista. Vejo que tu tem uma opinião muito bem formada sobre os mais diversos assuntos =)
Beeeijooos
=*****

Lalinha disse...

Menina, eu adorei seu blog também. Além de escrever muito bem, fala sobre assuntos que tem tudo a ver comigo. Pelo menos nos posts que eu li. Em relação a não ser explícita, hoje minha frase no msn é: "deixo assim ficar subentendido". hahaha..
E a não ser alienada... Ora, se leu meus posts sabe que sou meio "do contra" all the time né?

Eu acredito nos direitos iguais e na capacidade mental de ambos os sexos, então não vejo por que ter um lado mais ou menos influente. Um absurdo, cara!

Ó, gostei, e volto sempre que puder... Desculpa pela demora pra responder, é que ando meio enrolada.


Beeijo!

.:Noxz:. disse...

Nossa...
Muito legalz ^^
Submissao!!!

=///

By_Noxz / zLocked

LP disse...

Voltei uma vez mais!


E agora é diferente.. é pra te dizer que a leitura do seu blog, mais os textos da dama de cinzas e uma série de reflexões me fizeram um bem danado.. não apenas para q eu escrevesse no meu blog sobre estes assuntos.. mas pra minha vida, acredite!!!
Obrigado então.... VIVA RAÍSSA!!!

Bjokas menina perfeitinha! ^^

Submissão, NUNCA MAIS!

Elis disse...

a submissão é algo muito antiplanetario penso eu...srsr!e de se ficar muito triste em saber que ainda existem mulheres submisas...!
um xero fofix!

Clecia disse...

Post excelente,Raíssa! NO século XXI não deveria haver espaço para mulheres submissas, mas infelizmente ainda há. BJos!

LP disse...

E eu voltei!

Raíssa, na realidade este assunto teve já desdobramentos diversos nas opiniões das suas leitoras e leitores. Serviu demais pro teu amigo aqui em vários aspectos e o que mais machuca não é ver que existam tantas submissas, mas sim os motivos que as levam a agir assim, assumidamente nulas diante de uma cultura machista e tals.
Sobre o vc escreveu nos meus comentários tb, concordo novamente!

E fico pensando se algum dia alguma mudança poderá acontecer? De toda forma, vamos fazendo o que for possível pra falar disso, mostrando que pode sim, ser diferente!

Adoroooo seu blog e admiro vc mto!!
Beijo.. boa quinta-feira!! ^^

* hemisfério norte disse...

muito bom este post
mas assim..MUITO BOM
:)
bjs
sem sub-------------missão
de Portugal
ana

Maldito disse...

Questão de ponto de vista,... afinal existe muitos homens submissos tambem,...
La em casa por exemplo, quem veste calça é minha mãe e submisso é o babaca do meu padastro,...eu acho hilário!

Bjs

Tiago Moreira disse...

Concordo contigo, não há cabimento hoje em dia para a submissão da mulher em relação ao homem, mas ao mesmo tempo acho que isso é uma questão cultural fortemente arraigada na mente do povo brasileiro, homens e mulheres.

Se pensarmos que somos um país majoritariamente Cristão (católico e protestante), e eu me incluo fora disso, sendo ateu. Mas voltando, lá na Bíblia, que aliás é um livro super machista, talvez por ter sido escrito só por homens diz... quando Deus espulsou Adão e Eva do Édem, por ELA ter cometido o primeiro pecado [comer e oferecer o fruto da sabedoria a Adão], Deus os espulsou e castigou... para o homem 1 castigo ["Ganharás teu pão com o suór do teu rosto"] para a mulher 3 ["Sangrarás uma vez por mês; Terás dores no parto; e ... Serás submissa a seu marido"]. E acontece que muitas mulheres cristãs ainda hoje seguem esse dogma, se sujeitando a seus maridos.

Olha só, ando sem tempo de visitar os blogs com mais calma, não é desatenção, é so os corres, mas daqui a um mês estarei mais tranquilo, daí volto a aparecer.

Obrigado pelos selinhos.

Beijos.

NANDO DAMÁZIO disse...

Acho que as mulheres estão cada vez mais ousadas e independentes, a submissão está ficando pra trás e isto é muito bom ..

Parabéns pelos merecidos prêmios !! ^^

http://prosaeverso.nafoto.net/ disse...

.


Viajava entre as estrelas quando vi você atrás da lua escondida me olhando. A sua sombra eclipsou o sol e a visão escureceu.
Eu a perdi da minha vista para encontrá-la nos meus sonhos com a beleza do universo a ornar os meus caminhos numa conclusão de luz e cores aonde a sua presença faz a diferença encantando os tempos, confundindo os astros.

silvioafonso


.

Mysterious Ways disse...

mulher submissa é mulher burra.

Nos tempos que elas dependiam dos maridos , não podiam estudar e trabalhar para ter sua própria renda, até concordo com a submissão, pois a mulher se enchia de filhos e como faria pra sustentar a galera já que quem bancava era o cara?

Hoje em dia isso nao tem nada haver.

Se é submissa é porque gosta de ser. Além de ser burra. Imensamentente ignorante.
Mulher submissa adora apanhar. Isso é fato. tsctsctsc

Eu tô fora disso aí .

Eu mando e pronto.
beijus

 Fabíola Weykamp disse...

Muito obrigada pelos selos, talvez eu nem os mereça, e mesmo assim, fico imensamente feliz e entusiasmada quando os recebo. Obrigada de verdade! Desculpe pela demora, e pela ausência virtual...

Beijo grande! E obrigada mais uma vez!!!!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...