quarta-feira, 3 de setembro de 2008

A arte da convivência

"A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu. Mas como é difícil!" (Mário Quintana)

Conviver com a sociedade não é fácil, ainda mais quando todas as pessoas que a compõem são tão diferentes umas das outras. Cada um possui um caráter ou não possui, mas aí já é outro caso, uma personalidade, um jeito de falar, de se expressar, uma maneira de pensar, de encarar as situações, de ver o mundo e a vida. Há pessoas que são muito parecidas, até quase iguais, mas cada uma tem a sua particularidade que a diferencia de todas as outras. São essas diferenças que tornam a vida e a vida em sociedade mais interessante.

Se todos fossem iguais, por um lado seria bom, pois não haveria brigas, discussões e haveria mais paz no mundo já que todos pensariam e agiriam igual; mas por outro, seria muito chato, porque, afinal, quem iria movimentar essa manada? Haha
Existem pessoas de que não gostamos, que não suportamos, que nos sacaneiam, que são falsas conosco, que nos fazem sofrer; e nós também fazemos isso com outras. E são esses conflitos que dão mais emoção à vida. Imagina se nada de ruim acontecesse, se nós déssemos bem com todo mundo e não tivéssemos problemas? De onde viria aquela felicidade pós-problema-resolvido? Eu detesto ter e ter que resolver grandes problemas, mas às vezes eu penso que a vida não teria tanta graça sem alguns (eu disse: apenas alguns!) deles para dar uma balançada em mim, seria muito parada e monótona; e eu detesto monotonia, me dá pleno tédio.

É legal viver em sociedade. Admito que gostaria que algumas pessoas não existissem, mas faz parte aturá-las e isso me ensina a lidar com vários tipos de pessoas diferentes sem precisar brigar, a amadurecer e a ficar mais esperta. Viver é um constante aprendizado, nunca paramos de aprender. Além disso, as pessoas de que gostamos (e que gostam de nós também, claro) compensam a presença indesejada das pessoas desagradáveis, e nos ajudam a conseguirmos aturá-las. Não só de pessoas chatas é composta a Terra. Se assim fosse, aí sim a convivência seria insuportável. Felizmente, existem pessoas com quem possuímos afinidades e que nos ajudam a aprender, de forma mais amena, sempre mais sobre a difícil arte da convivência, afinal, mesmo nos dando bem com elas, também possuímos nossas diferenças.




Ps¹: O LPzinho fez uma homenagem pra mim em seu blog. Como fiquei super feliz, precisava postar aqui! Obrigada mais uma vez, meu amigo! :)

Ps²: Hoje na aula de Introdução à Comunicação, o professor mostrou um comercial extremamente genial, então decidi compartilhar com vocês. Quem conseguir desvendar o comercial ganha um chiclete! =P


Ps³: Por falta de tempo devido aos vários trabalhos da faculdade e ao fato de eu precisar estudar, não estou conseguindo responder todos os comentários, mas prometo que aos poucos vou respondendo todos!

27 comentários:

.a nega do neguinho. disse...

Até pq seria tão facil conviver só com quem gostamos...mas aprender as coisas ruins?

será que conseguiriamos!?


conviver...eita dureza!!!

=*

Lays Melo disse...

Como diria Mário Quintana: "A arte de viver é simplesmente a arte de conviver ... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!"

É a pura verdade!

Beijos

Murillo Leal disse...

é bem isso que vivemos...

parabens pelo Texto!

http://murilloleal.blogspot.com/

Nadezhda disse...

O mundo seria muito chato se todos fossem iguais. Imagine todos iguais a mim, seria castigo!

Diferença é bom, e melhor ainda é saber conviver com ela ;)

Dama de Cinzas disse...

Ainda bem que as pessoas são diferentes, porque as vezes precisamos das diferenças delas pra no impulsionar e até mesmo nos encantar... bjs

divarosachoque disse...

Realmente, a riqueza do mundo está nas relações interpessoais, mesmo aquelas que não são tão agradáveis assim!!!

Muito bom Post!!

Beijos

Andreas Ribeiro

PS. também adoro escrever PS hehe

Mary West disse...

As vezes eu canso de dizer que não dou p/ conviver com seres humanos, preciso urgentemente trocar de profissão! :D

lpzinho disse...

Raíssa!!!!
Querida amiga, não entendo.. vc anda mto crítica, pq vc me disse q o post não ficou mto bom ou algo assim.. EU DIRIA MUITO PELO CONTRÁRIO, Tua capacidade de síntese, sensibilidade e percepção das coisas está cada dia mais aguçada e intensa.
Tuas letrinhas vão criando uma coreografia, interpretando os pensamentos que Vc tem com argumentações claras e sempre precisas!
Gostei demais do texto, essa coisa de convivência é dura, mas ainda acredito que mesmo q possa nos parecer monótono.. seria mto mais bacana se as diferenças fossem menores ou inexistentes. Duvido que num mundo onde não houvessem diferenças entre os seres a vida fosse chata. Esta ótica nós temos em geral... pq vivemos uma vida de diferenças. Acho que havendo harmonia neste nível.. onde tds seajm semelhantes, não há pq haver ciúme, intriga, amores e desamores... enfim, é algo utópico pra terráqueos do nosso tempo.. mas quem sabe, quem sabe um dia as diferenças ñão sejam superadas...

Do video, não sei bem o que p seu profe quis passar, mas entendo várias coisas ali. A primeira é que QUEM CANTA seus males espanta, de tabela sob este olhar, então.. todo mundo que canta pode produzir algo sonoro e espantar o q não presta, cantando, felizando e seguindo em frente... de repente até numa grande nação de iguais, embora diversos, seres movidos pela música(a linguagem universal mais conhecida depois do amor ehehe)
Viajei.. e vou encerrar por aqui, deixando um mega hiper super beijo pra vc, menina blogueira mais que adorada!
Te quero bem demaisssss!! Bjo e se cuida! ^__^

Milady disse...

ra, antes de ler seu post eu preciso fazer um comentario *.*
eu sou aquariana também, e cara, você descreveu certinho como eu me sinto, "Uma aquariana paradoxal que vive em constante mudança, com humor inconstante. Ninguém até hoje conseguiu entendê-la, nem ela mesma".
é muito assim mesmo :]

Milady disse...

então, li :)
sabe realmente, é bom termos problemas, eles ocupam nossa cabeça, se não tivessemos a vida seria monotoma, chata, mas depende do tipo também, e se você tem alguem para te ajudar.
mas quando passa dá um alivio no peito, não sei se você é assim, mas eu sou muito enrolada, pra resolver alguma coisa meldels. sem falar na ansiedade, e na nostalgia em que agente fica antes do problema ir embora...

beijinhos ;*

Milady disse...

aaa, cara, adorei o video do comercial..
maas agora explica ele pra mim pls (?)
ahsuhsauhau
aa, e que musica que é aquela você sabe?

beijinhos ;*

Clecia disse...

Oi, Raíssa! Obrigada pela visita e desculpe-me a demora em retribuir. Estava doente estes dias e por isso não deu para visitar os amigos. Sobre o post: realmente conviver não éfácil. As diferenças são muitas,mas que seria do mundo se fôssemos todos iguais, né? Seria um tédio! :) Espero que tenha um ótimo fim de semana!

lpzinho disse...

E falando em convivência, adoroo poder falar com vc, escrever, ler.. enfim.. a sua amizade é especialissima, viu Raíssa!!

Bjokas pequeninas e delicadas do teu pequeno mini-LPzinho amigo!

T disse...

Cada um é de um jeito
e pior: um mais egoísta que o outro.
Por isso é tão foda a convivência.
Raíssa, adoro aqui, você sabe.
Beijo

Ariana disse...

Graças a Deus que somos diferentes!
Imagina que monótonia q seria caso contrárioo, ninguém merecee!rsrs

Beijão

Kêco disse...

Quando as pessoas passarem a respeitar as diferenças,a convivência será muito mais fácil....
Legal teu blog!

Jeniffer Santos disse...

ixi...conviver n é facil msm =/
mas,q jeito né...temos q aprender,pq ngm vive sozinho xD

beijos flor ^^

Camilla disse...

Rá, a gente vai se ver :D
E vai no show da Madonna, bate aqui!!! Haha

E viva as diferenças...

Beijos

Bill Falcão disse...

Acho apenas que tem gente "diferente demais" no mundo, cada um jogando bombas e granadas no outro, pra impor seu modo de pensar, crer, viver.
Mas, como você lembrou, existem as afinidades, que nos dão força e nos impulsionam pro bem. Quando der, veja meu post do dia 31/08, quando homenageio uma dessas raras figuras.
E um bjoooooooooooo!!!!!!

Camila disse...

Viver e conviver...
Eis a arte da vida!
Beijooo
E parabéns pela homenagem.

Kêco disse...

Esse é o clip do peixinho....rs

http://www.youtube.com/watch?v=nsETamxkT9E

Espero que goste..
t+
Apareça.

Nathália disse...

Caraca... Eu esqueci tudo o que eu ia dizer... Hahaha.

Quando lembrar (pouco provável que aconteça) eu volto e digito tu-do!

:*

Auíri Au disse...

Realmente....é super difícil viver com as diferenças, mais eu gosto, sabe por que? Ai que equilibramos a nossa evolução, saber lidar com as diferentes formas de pessoas e situações sem se perder....
É lindo!!

Beijos

Mary West disse...

Atualiza boneca! ;)

Aninha disse...

- quanto tempooo que eu não vinha aqui :)
conviver com diferenças.. dificil, muito dificil.... mais é necessário!

tirando a sua duvida de quase um mês atrás.. PATRULHEIROS, é uma empresa, que prepara jovens e adolescentes para o mercado de trabalho. E pra entrar lá, é preciso fazer tipo um vestibular... As pessoas que entram lá, saem com o futuro profissional garantido praticamente... e se Deus quiser eu vou passar!

beeijos to voltando para o mundo dos blogs :)

Camila Colossi disse...

nhaa q belo texto :)

Flavinha disse...

conviver se torna mais fácil quando entendemos que é o respeito pelas diferenças que faz as pessoas serem "pessoas" - e isso inclui o respeito-próprio.

Respeito é bom, todo mundo gosta mas pouca gente pratica, né?

Beijoca!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...