sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Mas onde procurar então?


Você, minha amiga solteira, com certeza já passou muitas vezes por esta situação:
(uma amiga/tia/amiga da sua mãe/pessoa qualquer) – Você tem namorado? Ou E os namorados, como andam?
(você, sem graça) – Não tenho...
(pessoa totalmente inconveniente) - Mas por que você não tem namorado?
(você, mais sem graça ainda) – Ahn... Sei lá... Acho que ainda não encontrei o cara certo.
- Você deve estar procurando nos lugares errados!

Daí que outro dia parei pra pensar: qual seria o lugar certo para procurar e achar um namorado? E por que eu que tenho que procurar em vez de ser achada? Paremos de novo para pensar – existem muitos lugares diferentes para conhecermos gente nova. Algumas das opções são:

1 – Boate
Eu sei que é difícil encontrar um cara pra namorar numa boate, porque os homens que estão lá só querem uma pegação momentânea e às vezes algumas saídas com você depois, mas não é impossível, pois conheço muitas pessoas que já conseguiram esta proeza.

2 –Barzinho
Os homens normalmente vão ao barzinho pra beber com os amigos e contar a eles sobre as mulheres que já pegaram e as que ainda querem pegar. De vez em quando flertam com uma ou outra mulher, mas é mais difícil que numa boate.

3 – Supermercado
Imagina você lá escolhendo maçãs (?), quando uma cai no chão, você abaixa para pegá-la e a sua mão encosta na de um belo rapaz, aí vocês levantam, se olham e você agradece. Então ele pergunta o seu nome e diz o dele, de repente vocês começam a conversar ou então ele vai embora logo depois do agradecimento. Aí você chega em casa, vê um scrap de um amigo seu, entra no Orkut dele pra responder e lá está o sujeito do supermercado mandando um scrap pro seu amigo, olha que coincidência! Típica cena de comédia romântica moderna. Tosco, não? Mas pode acontecer.

4 – Fila do banco
Improvável se você for estressada. Se você gostar de conversar com estranhos em filas pra passar o tempo, quem sabe...

5 – Amigo do (a) amigo (a) [ou do (a) namorado (a) dela (e)]
O jeito mais comum e provável de todos para arrumar um namorado. Vejam bem: o cara é amigo do (a) seu amigo (a), então não terá problema com pelo menos parte deles; vocês poderão combina saída de casais amigos; seu (sua) amigo (a) pode arrumar várias desculpas pra vocês se encontrarem e servir de cupido, além de te dar várias informações sobre o bofe. Mas isso não acontece quando os (as) seus (suas) amigos (as) ou o (a) namorado (a) delas (deles) só têm amigos desinteressantes ou já comprometidos. Bando de egoístas. ¬¬

6 – No meio da rua
Você pode muito bem topar com o amor da sua vida no meio da rua em plena Av. Nossa Senhora de Copacabana ou Av. Paulista, nada impede. Mas vamos sonhar menos alto, vamos...

7 – Shopping
Só pré-adolescentes vão pro shopping paquerar né, gente! Mas você pode encontrar um cara interessante à procura de uma namorada legal (você, claro) andando pelos corredores comendo uma casquinha mista do Mc Donald’s ou tomando um suco aham.

8 – Sala de espera do consultório médico
Digamos que não seja o lugar mais agradável pra você encontrar, pois geralmente quando se vai é medico é porque você tem algum problema ou está doente. Mas se for só rotina, fica mais tranquilo. Papo vai, papo vem entre uma consulta e outra até que chegue a vez de um dos dois entrar no consultório. Aí ele te dá um papel com o número do telefone dele que coisa velha, hoje em dia é só anotar no celular ou MSN e vocês marcam um encontro pra qualquer dia desses. Pronto: você encontrou um namorado! Ai se fosse simples assim...

9 – Shows
Em meio a pessoas pulando e gritando, você vai conseguir no máximo beijar alguém que talvez não goste tanto da banda que está tocando. Mas conheço um caso de namoro (quer durou muito pouco tempo) que começou num show, portanto não é impossível.

10 – Praia
Esse um lugar meio duvidoso pra você arrumar um namorado, a não ser que você tenha um corpo lindo ou o cara não se importe com as imperfeiçõezinhas ou imperfeiçõezonas. Mas o ambiente é legal – sol, calor, vento, mar... Um tanto quanto romântico ao pôr do sol. É, até pode ser.

11 – Colégio/Cursinho/Faculdade
Muitas meninas arrumam namorados nesses 3 lugares. No colégio, quando são adolescentes, no cursinho quando estão saindo da adolescência e na faculdade, no início da idade adulta. Só tem um problema: normalmente, os caras que te interessam já estão namorando e os que não te interessam, você não quer saber, óbvio. É a velha história do quem eu quero não me quer e quem eu não quero, me quer. Tente procurar em outros períodos e em áreas diferentes da sua. Se você faz Medicina, procure em Engenharia, por exemplo. Festas universitárias e chopadas servem justamente para isto! Mas e quando você não acha ninguém na faculdade? Bom, aí é hora de procurar em outros lugares, ou então parar de procurar e esperar ser encontrada. Pessoas comprometidas, seria interessante se vocês falassem onde conheceram seu (sua) namorado (a), adoro ouvir histórias de como as pessoas de conheceram, é sempre legal saber.


Brincadeiras à parte, dá pra perceber que não tem lugar certo para achar um namorado, podemos encontrar um par em qualquer lugar, não existe um certo. A vida é imprevisível, pode acontecer a qualquer momento ou nunca. Se você está solteira há anos (ou desde sempre) como eu, minha amiga, deve ser o destino conspirando contra você, porque não é por causa de lugar, a não ser que você não saia de casa ou não converse com ninguém, o que é bem improvável.

Aí entra outro ponto – a exigência. Nós mulheres costumamos ser muito mais exigentes que os homens, porque é muito mais fácil achar uma mulher interessante (na opinião masculina, é claro) do que um homem interessante. Além disso, existem muito mais mulheres no mundo que homens, e os homens mais bonitos e interessantes ainda viram gays, oh mundo injusto! Mesmo com muitas mulheres indo para o outro lado, ainda existem mais mulheres hetero que homens no mundo. A situação atual é a seguinte: homem interessante hoje em dia ou é frouxo (odeio homem frouxo ¬¬), ou é gay, ou é comprometido. Então o que nós fazemos? Sentamos e choramos? É, às vezes dá vontade. Mas não é possível que não exista um homenzinho sequer para formarmos um par! O problema é que ele está muito bem escondido, está perdido em algum lugar do mundo, ainda pode ser uma criança ou então ainda nem nasceu hoje em dia não tem mais essa de só homem poder namorar mulher mais nova, não, gente!. Então, meninas, acho que a melhor solução é esperar, e deitada, senão as nádegas cansam, porque o bofe está vindo montado numa tartaruga gigante.


Comunicado com uma pitada de revolta:
Outro dia resolvi entrar no perfil de todos os meus seguidores que ainda não conhecia para ver seus respectivos blogs, enfim, para saber quem são. Tá, até aí nada. Até que eu entrei no perfil de um tal Rafael Dessimon, criador do blog Mundo em Peso. Fui vendo os posts, descendo a página, quando me deparei com 2 posts iguais aos meus e sem qualquer referência a mim ou ao meu blog! O cara é tão meu seguidor que até copia meus textos, vejam só! Aliás, um dos posts é este meme que ele copiou TODO (menos essa parte Vi esse meme no blog da Cacá (inclusive algumas respostas estão iguais ou parecidas com as delas, por termos gostos e opiniões parecidas)”, porque ficaria muito na cara) e ainda disse que foi uma tal de Julia quem o respondeu! Olhem o que ele escreveu ao final do post copiado:

* Texto e Edição: Julia Leper (termos, gostos e opiniões própias,então não copia)
Todos os direitos reservados por: Mundo em Peso

É muita cara de pau né, gente! O outro post meu que ele copiou foi este. Este sim está igualzinho sem tirar nem pôr, a não ser pelo título, mas isso é um mero detalhe perto de todo o meu texto plagiado. Olhem como ele copiou exatamente igual! Só colocou a foto de uma garota, que talvez nem saiba que suas fotos estão lá. E reparem bem o que está escrito ao final do post copiado:

Texto: Rafael Dessimon,Carolina Pokorski,Ana Furtado.
Edição Final: Suelen Boeira,Rafael Dessimon.
Foto: Gabriela Ribeiro


A cara de pau humana é uma coisa que me espanta a cada dia que passa, sempre há uma superação no grau da cara de pau. Nunca achei que eu fosse passar por isso - plágio dos meus textos do blog... O espertinho não tem nem os arquivos no blog, para as pessoas plagiadas não acharem posts copiados antigos, claro. De certa forma, esse plágio foi uma espécie de homenagem, pois o meu texto e até o meu meme foram escolhidos dentre tantos outros posts de outros blogs. Mas pera lá né, tem que ter os devidos créditos à autora que vos escreve! Eu fui ao blog dele na hora certa, senão não teria visto que 2 posts meus foram plagiados, se é que ele não copiou outros textos também. Devido a esse ato ridículo do Rafael Dessimon de copiar os meus textos, fui obrigada a me colocar sob licença da Creative Commons aqui no meu blog. Espero que isso não se repita mais, porque se você não sabe escrever, não faça um blog. Ou faça um blog de fotos suas, de suas viagens ou de imagens da internet. Ou então copie textos de autores famosos ou coloque os devidos créditos aos autores amadores dos textos de blogs se quiser copiá-los.


Update

Incrivelmente, achei meu texto plagiado em outro blog - este - que também é do Rafael Dessimon. O cara pegou o mesmo texto e colocou em dois blogs... Meu texto tá ficando famoso, hein!

32 comentários:

Camilla disse...

Nossa, cara de pau é pouco pra esse plagiador né? SEM NENHUMA NOÇÃO!

E olha, eu bem que adoraria plagiar esse seu texto! É por essas e outras que eu gosto tanto de você.

Somos tão parecidas!!

Beijos

lpzinho disse...

Lamentável.

Vou postar no meu blog sobre isso. E volto em breve pra comentar melhor. Mas é no mínimo triste ver este tipo de coisa acontecer.
Conta comigo sempre Rá... to com vc e do teu lado pro q der e vier! =)

Mas de toda forma, nem encana... o seu é original e escrito com razão.
O resto... como se diz... é resto, nada além!

lpzinho disse...

Oi Raíssa!
Voltei!
Lamentando ainda este tipo de coisa.
Andei pensando e cheguei à uma conclusão sobre isso tudo. As pessoas estão cada vez mais sem noção. É cara de pau sim, pegar um texto alheio e publicar como se fosse seu. Diria mais... se vc não deu crédito, e assume que foi Vc que o escreveu está comentendo um crime! Mas parece que cada dia que passa mais e mais as pessoas acham que viver é desrespeitar o seu semelhante. Vai desde os espertalhões que tentam enganar, burlar, superar leis, normas e regras, furando filas, aplicando golpes, puxando tapetes entre tantas outras práticas condenáveis, erradas e desonestas.
De repente um zé mané qq entra num blog e rouba seus textos. Amanhã ou depois ele entra na sua casa e rouba seus bens... e assim vai. Os exemplos vem de cima, com corrupção, falta de educação, ensino, respeito e justiça.
É um momento mto ruim que a gente atravessa. Pode parecer pouco, pode parecer que eu estou exagerando mas é só parar pra pensar!
Mas neste caso, desencane amiga. Com toda certeza quem pegou suas criações simplesmente o fez pq a capacidade de criar e produzir é rasteira ou inexistente. Enquanto ele ainda rasteja, Vc já está de pé há tempos e sabe andar, pensar e agir.

Beijo amiga e bom sábado!

Dama de Cinzas disse...

Lindíssima, o mundo é gay... ahahaha

Eu estava comentando com uma amiga sobre a quantidade de gays assumidíssimos que vejo todos os dias pela rua do meu bairo, que é até um bairro conservador. Ou todos estão saindo do armário ou os heteros estão em extinção... ahahah

Quanto a namorados, vou te dar um exemplo. Trabalho com uma menina super timida, recatada e tal. Durante 3 anos nunca a vi sair com nenhuma cara, até que um dia no lugar onde ela almoça conheceu o dono do restaurante (de que jeito não sei) e agora estão in love.

Não tem receita de lugar pra arranjar namorados, qualquer lugar é o lugar. Todos os namorados sérios que tive nunca encontrei um bares, boates e etc... Foram sempre em lugares totalmente improváveis. Infelizmente acontece ou não acontece.

Sobre plagio de post, eu passei por isso. Uma menina copiou meu post exatamente, sem tirar uma vírgula nem mudar o título e quando cheguei lá tinha dezenas de comentários. Eu fiquei irada e desci o barraco... ahahah

Sei como se sentiu...

Beijocas

Niseloka disse...

adorei o post.Passei por todos esses aí...adivinha?não encontrei ainda...tudo deu errado de acordo com as probabilidades...

Coisinhas da Jeh _ disse...

Ain menina, a gente fica tão constrangida quando nos perguntam sobre namorado né? HAHAHAHA. A resposta é simples: 'não tenho'. E como você disse, as vezes é porque a gente não achou o cara certo né? :)
Mas é sempre assim: quando a gente tá a procura, nunca achamos, aí quando não estamos nem esperando aparece um moço legal ;D então o segredo é não correr atrás, mas quem disse que a gente consegue?! HAHAHA. Que mundo cruel. OMG :~
Adoro aqui. Beijos :*

A Madrasta Má disse...

Nossa que horrível, mas posso te falar que na minha lista de seguidores existe gente que faz isso comigo tbém, no Madrastinha estão as minhas loucuras, qdo acho algo que me identifico coloco a fonte, qdo é e-mail deixo isso claro para os meus enteados, mas isso é revoltande poxa... fico chateada... vc abre o blog e ve que é um texto seu? carai sô, maçã pra esse cara....

Acho que o melhor é nunca emonstrar que está a procura, é fingir que se tem um namorado e que ele está fora, isso dá certo....

Bjinhos da Madrasta!


PS.: Como faremos com esses plagiadores inclusive de fotos???

Nathália disse...

Cara, eu sei o que é ser plagiada. Acredite.

Que eu saiba, nunca fizeram isso com um texto meu do blog, mas fizeram com a minha personalidade.
Volta e meia eu posto no blog coisas que eu faço no template com códigos em html. Pois bem, uma menina começou a se fingir de 'expert' no assunto e usa os mesmos termos que eu. Sendo que os templates dela são baixados de um site que cria templates e ela só muda as imagens de fundo e retira os créditos. JURO!

Inclusive já vi um comentário dela pra uma amiga dizendo: Eu te ensino como tirar os créditos de um template. É facinho.

Caaaara, fiquei indignada!

Liz / Falando de tudo! disse...

rs...hoje sou casada mas na minha epoca eu me comportava como os garotos, so ficava na pegaçao, assim pela quantidade...rs...rs...sempre tinha um que acabava querendo "coisa séria", e foi assim que encontrei o meu marido, e olha casei aos 34 anos, com um frances e moro em Paris!
conclusao: va na pegaçao! kkkk
gostei daqui!

Marcela disse...

Apesar de tudo, eu ainda acredito que o meu príncipe vai vir montado num cavalo branco, vai levantar a tampa da redoma de vidro, onde eu (linda e maravilhosa) vou estar delicadamente adormecida. Ele vai me beijar e me despertar do sono profundo, eu só preciso acreditar! OAUISDHOAUHD e quanto ao plágio, só lhes digo uma coisa: para que o cara copiaria uma coisa de quinta categoria? Copiou do seu porque é BOM *-* e não ligue, gente assim não chega lugar nenhum! Beijo, e sucesso pra você ;*

Nataliinha disse...

Pensei q tinha comentado aqui Ra !
Eu nunca soube de nada de ter copiado algo meu, e se for vou ficar bolada,claro... Mas quer saber, é bom pq o que vc escreve bem e q faz sucesso .

E arrumar namorado ? Ops. Qr saber disso taao cedo .

Beijoos

Deni disse...

fui prejkudicado pela configuração do meu pc
=/
num consigogui ver a pagina toda..

mas passarei aki mais vezes.

parabens pelo blog..
gostei mto..primeira vez aki
e t convido a ir no meu..

www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

será bm vindissíma lá

abraço e boa semana com carnaval a vista!

lpzinho disse...

Raíssa querida!
Algumas considerações:
Primeiro de tudo, tem gente q acaba nem lendo o foco principal do post atual... uma pena pq o assunto é sério.
Na verdade, dizer que é sério é pouco... o que Vc sofreu é algo para ser analisado criminalmente, afinal roubaram sua criação, sua propriedade intelectual. Sabe-se lá pq, o sujeito(ou seja lá quem ou o que for) podem estar lesando Vc e mto mais pessoas... Pode parecer besteira, podem dizer pra vc ficar feliz pq ser plagiada é uma honra mas nada muda o fato de que roubaram algo q Vc produziu e não te deram os créditos.
Infelizmente a internet q é maravilhosa demais em tantas coisas, acaba tb atraindo meliantes, cérebros tortos e vazios que acham q podem viver de mentiras, enganações e maldades...
E pra piorar, não existem leis ou regras q punam efetivamente estes tipos. Pior de td é ver que teu textos não estavam apenas num blog do mesmo larápio. E se bobear, vc vai achar mais coisas...
Eu msm já achei coisas minhas publicadas no wikipedia, sem créditos... é um mundo de gente q se acha esperto.
To de cara! Se depender de gente canalha assim, estes blogs e seus donos vão pro inferno arder na solidão do vazio... o mesmo vazio de suas mentes nojentas.

Jeniffer Pinho disse...

não acredito!
haja cara de pau, que falta de respeito...vamos divulgar essee selo mesmo!

é verdade...odeio tb qdo m perguntam isso de namorado...mas sorrio e digo que sou feliz assim \o/

beijos moça...tô tentando voltar a blogosfera,dá uma passada lá ;D

Mary West disse...

Rapá, nunca peguei ninguem no flagra naum ó. Até me decepciono, será que ninguem me ama, me quer e deseja copiar meus textos?

Coisinhas da Jeh _ disse...

Nossa Raíssa, você acredita que eu vi seu texto no blog dele e pensei assim: 'uai, acho que já vi esse texto em algum blog' :S
Aí agora que caiu a ficha aqui, rs
Pois é, ele tá querendo me entrevistar, mas depois que li seu post fiquei meio grilada!
Beijos :*

404 Not Found disse...

putz, não dá nem pra escrever o que acha em paz aoishaohisoaihsio
fica feliz po, isso é sinal que tu escreves bem :)

blogdosirmaos disse...

Olá querida, se quiser podemos fazer um artigo sobre plágio, lá no Blog dos Irmãos, dando como referência o rapazinho aí. Qualuqero coisa entre em contato.

Roberto Sena

contato@blogdosirmaos.com

Flávio disse...

Eu acho que a melhor maneira eh em festinhas de conhecidos.

Tiago Moreira disse...

Vishe, plágio é coisa de gente ôca mesmo, que por não ter o que dizer rouba os pensamentos dos outros.

A procura é longa, mas um dia a gente encontra quem tanto procura, e o lugar, acho que pode ser em qualquer lugar.

Beijos.

Anny disse...

Se eu fosse plageada estaria orgulhosa de mim e me sentiria rainha da cocada 8)
Mas todos eles são futeis e, gostinho a mais ou a menos, denuncias como blogosfera não resolvem: o cara simplesmente vai lá e cria outro, sem a identidade verdadeira.
Sobre o seu post, todas as opções são legais, menos a da Balada. Namorados perfeitos, não estão lá. Todos estão lá para curtir. É o q eu acho ^o)
Conheci o meu na internet, pode?
Beijão :*

Nanita disse...

Plagio é o fim, poh! são as nossas ideias, os nossos textos, gostou coloca a fonte é simples, facil e mais justo.

E cá entre nos adorei o seu texto de lugar certo para arrumar namorado. E concordo que nao tem lugar certo. E sim hora certa. Onde estava pra acontecer e pronto!

Grupo disse...

baita mal entendido que vc julgo mal, pergunta antes garota, usando imagem e indentidade e expondo uma pessoa sem autorização!

mas lá ta explicado o que houve pq pra mim não importa o que vc pensa ou q vc acha, só não sai julgando as pessoas sem saber!

http://na-arte-do-tempo.blogspot.com/

*Raíssa disse...

Oi? Meus textos são plagiados com créditos dados a outras pessoas e o plagiador acha que está certo? O mal entendido aí é outro, mas dentro da sua cabeça, não no meu blog.

Coisinhas da Jeh _ disse...

Então, o legal é ser diferente! :)
Caraca meu :x isso já é demais.
Muito suspeito! Beijos :*

- mandy disse...

Nooossa, mas o pessoal é sem noção mesmo hein??
Acho que vou dar umas incertas nos blogs dos meus seguidores tbm, apesar de achar q meus textos não são grande coisa para serem plagiados.

Adorei seu blog.
Gostei do post sobre lugares onde achar um namorado...Eu achei o meu no colégio (um dos lugares q vc falou e acho q o mais comum).

Bom, é isso.
Bjinhus ;*

lpzinho disse...

Só agora... só HOJE eu vi que houve um comentário ali, do tal plagiador... NÓ.. que sem noção!!!
Vacilo... vacilo total!
Eu não me conformo do que anda acontecendo em tantos setores e com tantas pessoas por ai... tipo, comete o engano, a falha, o erro... pra dizer o mínimo, e mao invés de assumir, tenta inverter o valor das coisas. É como se o ladrão que rouba alguma coisa culpasse o dono do objeto por ele tê-lo comprado!! Dai a vítima vira quem furta, rouba, atenta... e os culpados são as pessoas de bem que trabalham, pensam, raciocínam, produzem sem a intenção de serem roubadas ou furtadas, plagiadas ou enganadas! Tá td estranho ultimamente!
Mas que seja... é péssimo qdo isso acontece mas deve ser pior sentir um vazio interior pela ausência de cérebro, sentimentos ou conteúdo à ponto de ter que se apoderar da vida alheia, dos pensamentos e textos de outras pessoas para sentir ou dizer que se está vivo!
Deus me livre um dia eu ter que fazer algo assim, para me mostrar para outras pessoas como alguém sabido, esperto ou inteligente além do que eu não seria.
Beijooo Raíssa... sucesso com o blog(mais!), e sempre!

Lays Melo disse...

Putz, que sacanagem!
Já aconteceu de copiarem um texto meu, mas a pessoa colocou que eu era autora. Tudo certinho! Confesso que até fiquei feliz.
Agora, copiar o seu texto e não te dar os devidos créditos é um absurdo!

Beijos

Persona disse...

Acho que o ideal é não procurar pelos namorados! Deixar que eles nos procurem... desencanar dessa história de que a gente tem que estar namorando o tempo todo.
Simplesmente podemos fazer a opção de estar solteira e feliz. Porque não?
Essa concepção de que a felicidade só é encontrada no outro é péssima!

Persona disse...

Sobre o plágio e a cara de pau dos outros... é foda mesmo!
No Calcinhas no Box nós geralmente falamos que "roubamos" posts bacanas de outros blogs, mas damos os devidos créditos e colocamos link para o blog.
Acho que essa é uma forma de elogiar outros blogs e também divulgar blogs que gostamos.
Muito diferente do que esse idiota fez, claro....

- Marília disse...

O cara ficou com vergonha, porque excluiu o blog. Pfff, esse aí tá longe de ter desconfiômetro. Já fui plagiada várias vezes - descrição de perfil no orkut, flog... beeei! ¬¬
O que consola é saber que ninguém copia texto ruim.
Tu sabe que sou tua fã hahaha ;P
Adorei o jeito divertido com que tu descreveu as mais variadas situações e a conclusão das mesmas. Fiquei um bom tempo imaginando as cenas!
Me identifico muito com o que tu escreve. É por essas e outras que demoro, mas NUNCA deixo de vir aqui :D
Beeeijoo
=**

Calebe disse...

Meu Deus. Que loucura!

(e fiquei pensando: é agora que ela aperta enter e posta novo texto?, ou será que só quando eu fechar o comentário? vai saber... rs)

beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...