sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Movies You Must Watch #3

Oi, gente!

Hoje o Movies You Must Watch será sobre animações adultas.


Não, não são desenhos pornográficos hahaha
São desenhos animados criados para adultos, mas não existe problema algum em crianças assistirem também, apesar do fato de que elas não entenderão a intenção de algumas cenas e a mensagem principal do desenho. Não por coincidência, essas três são as minhas 3 animações favoritas.


·  Mary & Max - Uma Amizade Diferente (Mary & Max)
Direção: Adam Elliot
Origem: Austrália

Sinopse: Mary & Max é um longe-metragem animado feito em massinha que conta a história de duas pessoas com idades bem diferentes que se correspondem por cartas. Mary é uma menina de 8 anos que mora na Austrália e não possui nenhum amigo. Max é um homem de 44 anos, portador da Síndrome de Asperger, que mora em Nova York. A solidão de ambos faz surgir uma grande e longa amizade entre eles.

Esse é, com certeza, o meu desenho favorito. Apesar de ser feito de massinha, as expressões das personagens são tão reais que emocionam mais que muitas expressões de atores de carne e osso. Mary e Max mostra, de maneira incrível, os sentimentos humanos mais profundos - negativos e positivos. É Um filme que não tem como não mexer com você!

A história é original e muito criativa! É lindo ver como duas pessoas de idades tão diferentes podem ter tanto em comum e construir uma amizade tão sólida, mesmo que à distância. Além de amigos, Mary e Max tornam-se confidentes e ajudam a resolver os problemas um do outro de formas maravilhosas.

Não à toa, esse desenho me lembra a minha amizade com o LPzinho (vulgo Luiz Paulo hehe). Uma amizade ainda virtual mais real que muitas amizades físicas, que espero que se torne real algum dia :)

Nem preciso dizer o quanto recomendo esse filme né?


·  Persépolis (Persepolis)
Direção: Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud
Origem: França


Sinopse: Marjane Satrapi é uma menina iraniana de 8 anos que sonha em ser profetisa para salvar o mundo. Querida pelos pais e adorada pela avó, Marjane acompanha os acontecimentos que levam à queda do xá em seu país, juntamente com seu regime brutal. Tem início a nova República Islâmica, que controla o modo como as pessoas devem agir e se vestir. Isto faz com que Marjane seja obrigada a usar véu, o que a incentiva a se tornar uma revolucionária.

Vocês já devem ter percebido que o nome da personagem principal é o mesmo nome da diretora do filme. Pois é. O filme foi baseado no quadrinho autobiográfico de Marjane Satrapi. É um filme que discute, de forma bem humorada pelo maravilhoso humor francês, e nos leva a refletir sobre questões como política, instituição familiar, preconceito, diferenças culturas, cultura em si, questões de identidade, diferenças de gênero e o conceito de liberdade.
O filme mostra a visão de uma menina curiosa e questionadora que cresce durante a Revolução Iraniana, tornando-se uma adolescente rebelde e ainda mais questionadora e uma mulher que não aceita se submeter ao machismo de sua sociedade. O filme é meio lento e quase todo em P&B, e é isso que o torna tão interessante. É rico em detalhes, tanto na história quanto na narração, quanto nos traços leves, porém bem marcados, criados pela ótima Direção de Arte. Além disso, possui Roteiro e Direção impecáveis.

Persépolis foi escolhido pelo governo francês para representar o país na disputa ao Oscar de melhor filme estrangeiro e, apesar de não ter sido indicado na categoria, foi um dos três indicados ao prêmio de melhor filme de animação, mas acabou perdendo para Ratatouille. Recebeu, ainda, indicações ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, Independent Spirit Awards de Melhor Filme Estrangeiro, César (nas categorias de Melhor Filme, Melhor Filme de Estréia, Melhor Edição, Melhor Som, Melhor Trilha Sonora e Melhor Roteiro Adaptado) e ao European Film Awards de Melhor Filme, e ganhou o Prêmio do Júri, no Festival de Cannes, o Prêmio do Público e o Prêmio MovieZone, no Festival de Roterdã e o Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro, na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Precisa de mais algum motivo para assistir?


Direção: Brad Bird e Jan Pinkava
Origem: Estados Unidos da América


Sinopse: Remy é um ratinho que sabe cozinhar melhor que muito ser humano e que sonha em se tornar um grande chef. Sua (imensa) família é contra a ideia, pelo fato de ele ser um rato e ser expulso das cozinhas que visita. Um dia, ele fica bem embaixo do famoso restaurante de Auguste Gusteau, seu herói culinário, enquanto estava perdido nos esgotos da cidade de Paris. Ele decide visitar a cozinha do local e lá conhece Linguini, um atrapalhado ajudante do restaurante que é um desastre na cozinha e precisa manter seu emprego a qualquer custo. Remy e Linguini iniciam uma parceria, em que Remy fica escondido embaixo do chapéu de Linguini e indica o que ele precisa fazer ao cozinhar.

Vocês devem estar se perguntando “por que ela colocou esse desenho como adulto se ele é infantil?”. Pois é. Eu não o considero infantil, apesar de parecer, pois ele é mais adulto que muito filme por aí. Remy é o alter-ego de muitas pessoas que têm um sonho, são desestimuladas e acabam desistindo de seu sonho até conseguir reunir forças para finalmente realizá-lo. A amizade e o amor entre duas pessoas improváveis são personificados através de Remy e Liguini e Colette (uma das cozinheiras do restaurante de Gusteau) e Linguini. O julgamento precoce e o pedantismo também são personificados por Ego, um crítico gastronômico famoso cuja opinião é a que mais importa justamente por ele ser extremamente crítico e pedante. Por fim, ele acaba se surpreendendo, descobrindo o valor da simplicidade e aprendendo a ser feliz. Além disso, é uma fofura ver o Remy jogando os temperos nas panelas, decorando os pratos e apreciando o aroma das comidas! É um desenho muito fofo, vale muito à pena assistir!

3 comentários:

lpzinho disse...

Antes de mais nada ehehhe a diferença de idade é sempre relativa né? Pq vc vê tanta mulher de 30 com cabeça de 15... e tanto homem de 40 com idade mental de 5... ahahha Vc está longe de ter 8 anos, seja de idade seja de maturidade ehhee e eu tb, to longe de ser um cara de 44 hahaha enfim, vamos ao post!!! Curti demais PRA VARIAR o seu jeito de escrever que é cada dia melhor e mais correto! Fiquei curioso mesmo pelo filme iraniano!! O Ratatuiiiii eu já vi, achei legal mas.. não fez a minha cabeça. E claro, o filme em que acabei sendo citado, to esperando pra ver contigo eheh ué!!!
To meio sem inspiração pra comentar, acredito que tenha perdido o jeito com blogs ehhehe mas vc entendeu, curti mesmo!! Um beijo, blue girl!!! Te amo!!! \o/

Jeniffer Yara disse...

Ótimas dicas de animações para adultos. Me interessei em ver todos >< a da Marjane achei o mais interessante, vou procurar ver.


Beijos

Blake disse...

Adorei as dicas de filmes! Desses o único que não conhecia era "Persepolis", fiquei curiosa e vou procurar para assistir. Os outros eu já assisti há algum tempo.
BjO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...