quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Movies You Must Watch #5

Oi, gente!

Dessa vez, o Movies You Must Watch será sobre filmes de drama, um gênero de que nunca fui muito fã, mas que tenho aprendido a gostar mais porque tenho visto bons filmes de drama. Drama é bom quando tem alguma coisa que mexe com a gente e tem alguma mensagem por trás do filme. Quando é drama por drama, só desgraça e pessoas se acabando de tanto chorar o filme todo, não vejo a menos graça. Por isso, todos os filmes que vou indicar neste post têm história forte e mensagem. Espero que gostem das dicas!



·  Terra Fria (North Country)
Direção: Niki Caro
Origem: Estados Unidos da América
Ano: 2005


Sinopse: Após um casamento fracassado, Josey Aimes retorna à sua cidade natal, no Minnesota, em busca de emprego. Mãe solteira e com dois filhos para sustentar, ela é contratada pela principal fonte de empregos da região: as minas de ferro, que sustentam a cidade há gerações. Aos poucos, as amizades conquistadas no trabalho passam a fazer parte do dia-a-dia de Josey, aproximando famílias e vizinhos. Incentivada por Glory, uma das poucas mulheres da cidade que trabalha nas minas, Josey passa a trabalhar no grupo daqueles que penam para arrancar o minério das pedreiras. O que não esperava em seu novo emprego era sofrer com o assédio dos seus colegas de trabalho. Como é ignorada pelo diretor e pelo dono das minas acerca de suas reclamações, ela decide levar à justiça o caso.

A história de Terra Fria é verdadeira. O caso de assédio às mulheres nas minas realmente aconteceu e Josey Aimes foi a primeira mulher a abrir um processo por causa disso, abrindo precedentes para novos processos e ajudando todas as mulheres em situações similares a conseguir receber o respeito devido. Na parte dos Extras do DVD do filme tem depoimentos das mulheres que trabalhavam na mina e vivenciaram todo o processo. É bem interessante.

Eu gosto desse filme porque mostra uma mulher forte que batalha e consegue o que quer. A Josey tem uma relação complicada com o pai porque engravidou aos 16 anos, mas o que o pai e todo mundo não sabem é que... não vou contar, vejam o filme! Casou-se com um homem que batia nela, teve uma filha com ele, não aguento mais apanhar e saiu de casa, voltando para a casa dos pais. Aí começa uma luta para conseguir um emprego para sustentar os dois filhos e comprar a sua própria casa. Ela consegue o emprego na mina, onde a maioria esmagadora de trabalhadores é de homens, inclusive seu pai, que tem vergonha de vê-la trabalhando lá e passa a ignorá-la mais ainda. Todas as mulheres sofrem caladas os assédios e as humilhações dos colegas homens porque precisam do emprego e porque sabem que não adianta reclamar. Porém, Josey dá um basta nisso e consegue dar a volta por cima. Atuação maravilhosa da Charlize Theron, como sempre. O filme é muito bom! Vejam!

·  Babel
Direção: Alejandro González Iñárritu
Origem: Estados Unidos da América
Ano: 2006


Sinopse: Um ônibus repleto de turistas atravessa uma região montanhosa do Marrocos. Entre os viajantes estão Richard e Susan, um casal de americanos. Ali perto os meninos Ahmed e Youssef manejam um rifle que seu pai lhes deu para proteger a pequena criação de cabras da família. Um tiro atinge o ônibus, ferindo Susan. A partir daí o filme mostra como este fato afeta a vida de pessoas em vários pontos diferentes do mundo: nos Estados Unidos, onde Richard e Susan deixaram seus filhos aos cuidados da babá mexicana; no Japão, onde um homem tenta superar a morte trágica de sua mulher e ajudar a filha surda a aceitar a perda; no México, para onde a babá acaba levando as crianças; e ali mesmo, no Marrocos, onde a polícia passa a procurar suspeitos de um ato terrorista.

Adoro esses filmes que interligam várias histórias de pessoas diferentes e mostram como vidas desconhecidas se influenciam sem saber! Babel é um dos melhores filmes neste estilo. É uma mistura de nacionalidades, países e situações incrível! Sem contar as ótimas atuações de Brad Pitt, Kate Blanchet e dos outros atores mais desconhecidos.

Por causa de um único tiro, dado de brincadeira por duas crianças que tomavam conta de um rebanho, que atingiu uma turista americana no Marrocos, a vida da babá (e de sua família) dos filhos do casal americano e da família dos meninos marroquinos que deram o tiro deu uma reviravolta enorme e ainda atingiu a vida de um homem japonês que deu a arma ao pai dos dois meninos marroquinos e de sua filha. Eu gosto de todas as histórias contadas do filme e do modo como se interligam. Elas dão uma ideia de interdependência mundial entre as pessoas. Mais um que vocês precisam ver!

·  Crash - No Limite (Crash)
Direção: Paul Haggis
Origem: Zimbabwe
Ano: 2006


Sinopse: Jean Cabot é a rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia. Ela tem seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que acaba por aproximar habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles: um veterano policial racista, um detetive negro e seu irmão traficante de drogas, um bem-sucedido diretor de cinema e sua esposa, um imigrante iraniano e sua filha, e uma família de latinos.

Crash é como Babel – ambos são filmes que interligam várias histórias de pessoas diferentes e mostram como vidas desconhecidas se influenciam sem saber. O que mais gosto nesse filme é desmistificação dos preconceitos; mostra que as pessoas são preconceituosas por natureza (muitas vezes com razão e outras sem razão) e que as próprias pessoas têm preconceito contra elas mesmas. Acho que a origem no nome está aí – é uma “quebra” de conceitos, uma “colisão” à hipocrisia. O filme também mostra como os seres humanos precisam uns dos outros, às vezes em situações improváveis. É um filme que te faz parar para pensar.

Acho que em Crash as histórias se interligam ainda melhor, porque todas acontecem na mesma cidade e as consequências vêm à tona mais rapidamente. É um filme mais dinâmico, mas também possui uma mistura de nacionalidades muito grande. A gente se identifica com as histórias de Crash, porque, mesmo que não tenham acontecido com a gente, conhecemos pessoas que já passaram por aquilo. Mais um da lista dos obrigatórios! Quem ainda não viu, veja!

E vocês, já viram esses filmes? Se viram, o que acharam?

4 comentários:

HONORATO, Sandro disse...

Olá :)
Não vi os filmes do post mas valeu a dica :)

Beijos

www.rimasdopreto.com

NeyaRa disse...

Tenho vontade de ver Babel e Crash, adoro filmes assim *.*
Beijo

capsuladebanca.blogspot.com

jessy gomez disse...

Olá, adorei seu blog, está de parabéns! Já estou te seguindo! Adoraria que sempre que você pudesse fizesse uma visitinha no meu :), deixe seu recadinho! ?

Beijos
http://fabulousgirl-makeup.blogspot.com/

Jeniffer Yara disse...

Já vi Crash e é simplesmente maravilhoso esse filme e já me recomendaram Babel mas nunca tive oportunidade de ver ;/ Enfim,eu até gosto de filmes de drama,me fazem sempre chorar e o final não é feliz sempre,mas gosto :}

Beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...