domingo, 30 de março de 2014

Coletiva de Imprensa de Rio 2

Nesta segunda-feira, dia 17 de março, ocorreu a coletiva de imprensa do filme Rio 2, continuação da bem sucedida animação Rio, com a presença do diretor Carlos Saldanha, o ator Rodrigo Santoro (que dubla Túlio) e os músicos Carlinhos Brown e Sérgio Mendes. Estive presente no Parque Lage, no Rio de Janeiro, para a cobertura do evento. A boa interação entre o quarteto era clara, e as perguntas foram respondidas de forma descontraída durante toda a entrevista.

Foto por Raíssa Rossi

Sobre a inclusão do futebol na trama de Rio 2, Carlos Saldanha diz que o roteiro não foi escrito pensando na Copa de 2014, pois p esporte já era algo que ele gostaria de ter destacado no primeiro filme por ser uma das qualidades do Brasil, mas não houve espaço para tal. Porém, ele afirma que, claro, fez os cálculos para poder prever a data de lançamento, que deveria ser antes ou depois da Copa – de preferência antes, como irá acontecer muito em breve. A volta que Blu e sua família dão pelas cidades-sede da Copa também não foi proposital, segundo Saldanha; foi apenas o caminho que eles deveriam percorrer até a Amazônia. “A gente só deu uma voltinha por Salvador para homenagear o Carlinhos Brown; tinha que colocar Salvador na história”, brinca. Questionado sobre a utilização de estereótipos no longa, Saldanha diz que nem tudo é somente estereótipo, já que há certas características do país que precisam ser mostradas. “A gente procura valorizar as coisas boas e as coisas que visualmente tragam uma inspiração para a história ser escrita”, explica. Ainda segundo Saldanha, uma grande preocupação sua ao criar a animação foi não só divertir toda a família, mas também educar, informar e despertar a curiosidade das crianças sobre as araras azuis e suas histórias, para que já comece a ser criada uma consciência ambiental em suas mentes e influenciá-las positivamente em relação ao assunto.

Foto por Raíssa Rossi

A trilha sonora, comandada por Carlinhos Brown e Sérgio Mendes, e com John Powell na curadoria musical, nesta produção tinha um papel ainda maior que na primeira (voltada ao samba e ao Carnaval): mostrar que no Brasil existe uma grande diversidade de ritmos interessantes que trazem a mesma alegria que o samba e que fazem parte da nossa cultura. Na busca por novos sons, Milton Nascimento, Barbatuques e Uakti foram incluídos na mistura musical de Rio 2, juntamente com os ritmos da ciranda, do carimbó e do maracatu, oriundos das regiões Norte e Nordeste do país, e também da quadrilha da festa junina.

Ao falar sobre a personagem Túlio, que recebe sua voz tanto na dublagem em português quanto na em inglês, Rodrigo Santoro declara que foi uma experiência muito prazerosa em ambos os filmes e que não titubeou ao ser convidado por Saldanha para dublar Túlio pela segunda vez, pois gostou muito de fazê-lo na primeira, por ser uma personagem que muito aprecia – simpático, divertido, apaixonado pelos pássaros a ponto de tentar se comunicar com eles e com certa inocência – e com o qual se identifica. “É um exercício criativo com muita liberdade, onde exploramos diversos caminhos, sempre buscando encontrar a alma da personagem através da voz”, completa. Sendo Rio 2 um longa traduzido para pouco mais de 30 línguas e levado para mais de 50 países, Saldanha fala sobre o cuidado que teve na tradução português-inglês e para outras línguas, ajudando os tradutores de outros países com observações no roteiro, pois há certas expressões que não possuem tradução exata e que necessitam da criação de outra com o mesmo sentido e mesma essência das originais. O roteiro foi escrito em inglês e traduzido para o português, ao contrario das músicas, que foram todas compostas em português para depois serem traduzidas.

Foto por Raíssa Rossi

Para fechar as entrevistas, Santoro fala de seus projetos futuros, como o filme chileno The 33, sobre os mineiros que ficaram presos na mina em 2010, cuja gravação acabou exatamente um dia antes da coletiva. Saldanha o complementa com humor revelando que em seus três anos de trabalho em Rio 2, Santoro gravou aproximadamente sete filmes, incluindo 300: A Ascensão do Império (que está em cartaz nos cinemas) e Rio, Eu Te amo, projeto do qual ambos participam.

Foto por Raíssa Rossi


Rio 2 estreou no Brasil dia 27 de março com classificação livre e promete divertir crianças e adultos de todas as idades.

*Este texto também foi publicado aqui no Almanaque Virtual.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...